sábado, 10 de maio de 2014

Como fazer o Drive na Voz

video video

Vocal rasgado Drive


Em termos musicais, a expressão vocal rasgado significa o tipo de voz emitida com "distorção" (também chamado "drive"), som muito utilizado no rock, metal e subgêneros, mas também em outras culturas, especialmente em rituais ancestrais.
Existe bastante discussão acerca da prática de tal sonoridade ser prejudicial à saúde vocal, mas existem vários professores se especializando em desenvolver as técnicas para vocal extremo (Melissa Cross, Rob Lunte, Jaime Vendera, etc).
Ponto pacífico é que é drive é um recurso mais agressivo ao trato vocal, portanto exige maior condicionamento para que seja produzido sem maiores consequências, o que não significa que elas não existirão.
Um outro estilo parecido com o drive é o Fry-Screamo (utilizado por bandas do gênero screamo, que, também, pode ser muito prejudicial a saúde, mas com técnicas certas este pode ser menos prejudicial.

Algumas Dicas

O drive é cantado do mesmo jeito que o screamo, sendo usada a respiração diafragmática e o total relaxamento da garganta, para não machucar as cordas vocais.
 

Drive! - Um ponto de vista.

Drive (ou rasgado) é um dos assuntos que mais interessam aos cantores de rock; Como fazê-lo? e como se faz da forma correta?
Infelizmente não há muito a dizer sobre isso. A única coisa que pode-se garantir sobre o aprendizado do drive é que não deve-se seguir nenhum procedimento dado em vídeos do youtube, nem em textos, mesmo escritos por vocalistas competentes. É um processo interno, trabalha uma simultaniedade entre o golpe de apoio e a ressonância craniana: não é algo que dê pra imitar de ouvido como padrões melódicos. Além do mais o cara do vídeo não está te escutando e o procedimento que ele está fazendo pode não estar sendo imitado da forma correta, mesmo com emissão sonora semelhante.

Exercícios que ensinam a fazer drive simulando rangidos apenas ensinam o sujeito a fazer o rasgado atritando as pregas vocais- que é justamente a maneira de fazer que deixa o sujeito afônico em 3 ou 60 minutos (dependendo da agressividade das canções) porque as pregas vocais incham com o atrito repetido. É mais fácil aprender drive correto pra quem nunca fez do que corrigir os vícios de quem aprendeu a fazer rasgado atritando as pregas vocais.

Com paciência, é possível aprender o Drive sozinho, praticando aos poucos porque no início ele cai na garganta mesmo, especialmente em sons abertos (a, é,ô). Um professor ou colega experiente que possa te ouvir fazendo, pode dar dicas de ouro e ajudar a cortar caminhos; a técnica exige disciplina respiratória.
Vale lembrar que vozes de textura escura apresentam mais facilidade em desenvolver esta especialidade, por sua natureza encorpada e ataque mais brusco e esforçado, enquanto as vozes de textura clara e leve, por seu aspecto doce e melódico, demandam mais disciplina e maturidade interpretativa para desenvolver o drive.

Para a maioria dos cantores, o drive é aprendido na base do auto didatismo;
Frequentemente demora-se a arriscar o rasgado, pois ouve-se histórias medonhas sobre danos sérios causados por negligência técnica, especialmente em meios de técnica mais tradicional,como a lírica.
É uma técnica elaborada sim, exige dedicação sim, demora a ser aprendida, mas o medo de tentar nunca ensinou ninguém a fazer nada.
Quem melhor para representar o Drive
do que Bon Scott?

Ensinamentos

video(Lembrando que sempre que for tentar tenha uma garrafa de água em temperatura ambiente ao seu lado e beba regularmente.)
Ao cantar, SEMPRE esteja ereto, bem posturado, para que o ar saia de sua caixa torácica e provoque o som agressivo e rouco sem forçar sua garganta.
Morda um lápis com os primeiros dentes e tente fazer com que o som saia por cima deste.
Assim que conseguir fazer este som sem usar o lápis em sua boca, ache o seu "tom-padrão". Quando achar este você já será capaz de fazer o High-Scream, mas tome cuidado, pois este, se não feito corretamente machucará MUITO suas cordas vocais, por isso beba a água frequentemente enquanto treina este, mas depois que sua garganta "acostumar" com os high-screams não será mais tão necessária a água. Tente high-screams em vários tons vocais, assim vendo qual será o melhor tom para cantar.
Vá com calma, não saia gritando por ai, porque isso só machucaria você, e não ajudaria em nada em seus gritos, apenas vá com calma e tente fazer do modo correto.



Teoria da voz


intensidade

A intensidade da voz depende da pressão sub-glótica, ou seja da sustentação abdominal que permite a potência. A intensidade se conretiza por uma sensação de tonicidade que se distribui pelos órgãos vocais. Ela é percebida como uma energia transmitida, pouco a pouco, ao conjunto das cavidades de ressonância e aos músculos faringo-laríngeos. O cantor, durante o seu trabalho, deve ter conciência do dispêndio muscular que a intensidade requer, da dinâmica vocal apropriada e generalizada que provocarão o enriquecimento do aspecto sonoro.
A intensidade aumenta com a tonicidade e eastá associada à altura tonal , dependendo das vozes, varia de 80 a 120 decibéis
video video

Nenhum comentário:

Google+ Badge

Total de visualizações de página

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Bluehost Review