segunda-feira, 11 de março de 2013

Tríades

Tríades
Tríades são acordes formados de três notas. As tríade podem ser maiores, menores, aumentadas ou diminutas Primeiramente vamos definir acorde:
É uma harmonia composta de 2 ou mais sons em alturas diferentes.
As tríades são acordes de 3 notas.
Em outras palavras... São formados por superposições de terças.
Os graus fundamentais da formação das tríades são:
IJ-IIIM- VJ
Vamos pegar o exemplo de Dó:
Dó Mi Sol
IJ IIIM VJ
Se fosse o acorde de ré seria:
Ré - Fá# - Lá
Ij IIIM IJ
O que eu fiz?
Calculei a terça maior do I grau e a terça menor do III grau.
Ou seja, um acorde maior é formado por 3M + 3m.
Preste atenção... a terça define se o acorde é menor ou maior.
Se eu fizer a terça do Dó ficar menor a fórmula vai ser essa: Dó Mib Sol I - IIIm - V

As tétrades são acordes formados mais de 3 notas.
Como formá-las? Adicione mais uma terça a uma tríade.
Fórmula: I - III - V - VII
Isso seria um acorde maior com sétima.
Maior porque a terça tá maior, e ela define se o acorder é maior ou menor.
Sétima Porque adicionamos mais uma terça. Que veio a ser o VII grau da escala.
Se fosse um dó:
Dó Mi Sol Si
I III V VII
Para deixá-la menor é só colocar um bemol na terça.
Acorde Suspenso
É quando você substitui a terça de um acorde por uma quarta justa.
Acordes com notas de tensão
Nós podemos sobrepor mais terças nas tétrades. Vão cair sempre números ímpares. A partir do VIII da escala as notas de repetem.
Se eu quisesse fazer um acorde com nona eu poderia adicioná-lo na tríade ou na tétrade, geralmente adicionamos na tétrade. Se for adicionado na tríade vai ser notado como acorde Xadd9 se for na tétrade apenas X9 ou X7/9.
Acordes Diminutos
Formação tríade: I - IIIb - Vb
Formação tétrade: I - IIIb - Vb - 7bb
Acordes Aumentados
Formação: I - III - V#
Tétrade: I - III - V# - VIIM
Acordes de Sétima da Dominante
Formação: I III V VIIb
A característica marcante dos acordes de sétima da dominante é o
trítono(intervalo de 3 tons) entre a terça maior e a sétima menor do acorde.
É o trítono que caracteriza a sensação de "preparo" para outro acorde.
Deixa o acorde instável, querendo se deslocar.
Este acorde chama-se "sétima da dominante" porque é construído diatônicamente sobre o V grau da escala maior que representa a função dominante.

 
 

Nenhum comentário:

Google+ Badge

Total de visualizações de página

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Bluehost Review